Cuidado com os políticos paraquedas, que começam a cair dos céus… – Celso Jacob – Deputado Federal 1508

Inauguro meu blog convocando os quase 100 mil eleitores da região à reflexão política. Sei que os maus exemplos praticados por homens públicos geram um perigoso desânimo na sociedade que alimenta o cinismo e a indiferença. Mas há algo que não podemos ignorar: apesar dos maus atores públicos, a política não pode ser negligenciada. Protestar apenas, não surte efeito. A política cobra participação. Ficar indiferente ao processo eleitoral, pode gerar um alto custo social.

Não prego a necessidade de morrer de amores pela política. Prego apenas a observação, indispensável a todo cidadão consciente. Da observação nasce o pensamento crítico, que nos faz discernir entre o competente e o incompetente, entre o que faz e o que nada fez. A cada quatro anos a região é invadida por uma legião de candidatos vindos dos mais variados cantos do estado. Chegam à cidade com dinheiro, contratam cabos eleitorais, fazem várias promessas e passam a freqüentar eventos para comprar votos.

A grande maioria nunca mais volta. Muito menos se prontifica a aliar-se aos interesses do município. Meu próprio testemunho serve como exemplo. Eu fui o último político da região a assumir uma cadeira de deputado federal, há 11 anos. Em um ano e meio de mandato suplente pude presenciar, o que tempos depois vivi na pele como prefeito: o desgastante alpinismo pelos poderes de Brasília praticado pelos mandatários municipais. Sem apoio, torna-se quase inútil a busca por recursos. Muitos esbarram no preconceito político, na indiferença, na omissão e no descaso, sobretudo quando vindos de municípios tidos como insignificantes do ponto de vista econômico e eleitoral. Com milhares de municípios pleiteando uma fatia do bolo orçamentário da União, a parceria com deputados e senadores é indispensável.

Quando fui deputado, consegui trazer para Três Rios cursos como os da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro (Faetec), que já qualificaram mais de 70 mil pessoas em 10 anos. Quando assumi a prefeitura de Três Rios em 2001, herdei uma dívida da ordem de cinco milhões de dólares. A cidade estava estagnada e assolada pelo desemprego. Se eu não firmasse parcerias importantes com políticos em Brasília e no Rio, o trabalho de recuperação da economia poderia ter levado mais anos. Por saber das necessidades de cada município da região, concorro a uma cadeira de deputado federal, convicto de que estou pronto a assumir a responsabilidade de liderar a revitalização regional.

Agora eu pergunto aos senhores: será que algum desses candidatos que estão aportando na região em busca dos seus votos tem compromisso com o progresso de nossas cidades? O momento é único, vivemos um estágio econômico especial e não podemos deixar que forasteiros venham querer nos representar. Está passando da hora de termos em Brasília um legítimo representante.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: